vagueando

…abrandou o vento

vazou a maré

esmoreceu a inquietude

entregue ao outono quente,…

a vida corre docemente

sem pressa de perecer

ao lado do livro aberto,…

sob o soporífero do mar

dormito à sombra da poesia

pressentindo todo os passos,…

enquanto ao mar se esvai

o coração foge

vagueando para longe

amor sem dono,…

rmv©

vagueando

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s